MEMÓRIAS INVENTADAS – Manoel de Barros

IMG_2882Meu primeiro contato com Manoel de Barros foi estudando para o vestibular. Dos dez livros de leitura obrigatória na matéria de Literatura estava ele, não entendia nada que lia, tentava decorar em vão, mas quem dera na época tivesse o conhecimento que tenho hoje. Agora sei que poesia não é para entender, interpretar, “o que o autor quis dizer quando falou isso…?” é uma pergunta que não tem resposta, pois ele não quis dizer nada, ele só sentiu e escreveu.

Leia mais

OS QUATRO COMPROMISSOS – Don Miguel Ruiz

Os quatro compromissos de Don Miguel Ruiz li no ano passado. Na época fiz um pequeno resumo e escrevi em postits que estão pregados na parede do escritório, sempre dou uma olhada para relembrá-los, dessa vez senti que deveria revisar o livro e aqui estou escrevendo sobre ele.

Leia mais

Resolva a p*rra dos seus problemas – Laura Jane Williams

Para quem é pai, mãe ou convive com alguma criança sabe o quanto aprendemos com ela. Todos os dias elas nos ensinam como sermos mais generosos, não levar as coisas para o lado pessoal, amar e perdoar e principalmente nos dão aula de como viver mais no presente ao esquecerem facilmente o ocorrido e não se preocuparem com o futuro. Leia mais

Cuide dos pais antes que seja tarde – Fabrício Carpinejar

Nós pais nos cobramos muito no sentido de cuidar dos nossos filhos, queremos ser os melhores pais, amigos, companheiros, dar muito amor e é claro queremos receber muito amor também. Porém, conforme os filhos vão crescendo eles vão se distanciando de nós, arranjam namorada (o), tem seus amigos, não querem sair mais conosco, reclamamos,  sofremos, mas esquecemos que também fomos filhos assim, que muitas de suas atitudes são iguais a que tivemos na mesma idade.

Leia mais

A morte é um dia que vale a pena viver – Ana Claudia Quintana Arantes

Dia cinco de fevereiro desse ano perdi uma pessoa que amava muito, minha madrinha de batismo Elza, depois de anos de luta contra a leucemia ela se foi, estava cansada, exausta mesmo. Ela teve vários momentos de muita fé, de clamor ao Senhor pedindo forças para continuar lutando, mas também teve seus momentos de descrença, de desânimo, pois sabia que na terra tudo estava sendo feito, porém a doença continuava aumentando com força total, mesmo com os vários remédios que tomava todos os dias.

Leia mais